Feagri

Histórico

Em outubro de 1984, com a aprovação unanime do Conselho Interdepartamental e do Colegiado da Faculdade de Engenharia de Alimentos e Agrícola, a diretoria do Departamento encaminhou para Reitoria o Projeto de Criação da Faculdade de Engenharia Agrícola, para separação dos cursos da Faculdade de Engenharia de Alimentos e Agrícola.

Em julho de 1985 foram alterados os Estatutos e o Regimento Geral da UNICAMP, desmembrando a Faculdade de Engenharia de Alimentos e Agrícola em duas outras: a Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA), com o curso de Engenharia de Alimentos e a Faculdade de Engenharia Agrícola (FEAGRI), com o curso de Engenharia Agrícola.

Em setembro de 1986, todos os docentes do antigo Departamento de Engenharia Agrícola da Faculdade de Engenharia de Alimentos e Agrícola foram lotados junto à Faculdade de Engenharia Agrícola da UNICAMP e logo em seguida, os servidores foram transferidos para a nova Unidade.

Por último, em abril de 1987, o Prof. Dr. José Luiz Vasconcellos da Rocha, então respondendo pela Diretoria da nova Faculdade de Engenharia Agrícola, solicitou ao Procurador da UNICAMP, esclarecimentos para a eleição do primeiro mandato de Diretor da Faculdade e composição de sua Congregação.
Histórico completo
Tudo começou quando o Prof. Dr. José Luiz Vasconcellos da Rocha, Chefe do Departamento de Engenharia Agrícola da Faculdade de Engenharia de Alimentos e Agrícola, encaminhou ao Magnífico Reitor, Prof. Dr. José Aristodemo Pinotti, o Ofício FEAA.AGR. 570/84, de 22 de outubro de 1984, submetendo-lhe, para apreciação, o Projeto de Criação da Faculdade de Engenharia Agrícola. Pretendia-se, então, a separação dos cursos da Faculdade de Engenharia de Alimentos e Agrícola visando a "ampliação das possibilidades de trabalho para promover o desenvolvimento da Engenharia Agrícola", até mesmo porque "a Engenharia Agrícola era definida pelo Conselho Federal de Educação como da área de Ciências Agrárias, enquanto a Engenharia de Alimentos é colocada na de Engenharia Química". Da mesma forma, o CONFEA – Conselho Federal de Engenharia, Arquitetura e Agronomia “coloca a Engenharia Agrícola na Câmara de Agronomia, enquanto que a Engenharia de Alimentos encontra-se na Câmara de Engenharia Industrial” (Processo 6791/1984).
O projeto de criação da Faculdade de Engenharia Agrícola compreendia 48 páginas e discorria sobre (1) a Engenharia Agrícola e sua abrangência em termos de ensino, pesquisa e extensão; (2) a proposta de criação da Faculdade de Engenharia Agrícola na UNICAMP; (3) a Faculdade proposta; (4) os reflexos da nova Faculdade nos cursos. Até aquela data, ano de 1984, o curso de Engenharia Agrícola ministrado pelo Departamento de Engenharia Agrícola da Faculdade de Engenharia de Alimentos e Agrícola havia formado 125 alunos de graduação, contava com 33 docentes dos quais 6 estavam afastados realizando estudos no exterior, atuava em cinco grandes áreas, e contabilizava 20 Dissertações de Mestrado defendidas nas áreas de Máquinas Agrícolas e Pré-Processamento de Produtos Agrícolas (Processo 6791/84).
Ato contínuo, discutiu-se o processo de separação da Engenharia Agrícola no Conselho Interdepartamental da Faculdade de Engenharia de Alimentos e Agrícola, conforme consta na Ata da 144ª Reunião, realizada no dia 14 de novembro de 1984, com todos os membros votando favoravelmente à criação da Faculdade de Engenharia Agrícola (Processo 6791/1984).
Em 21 de novembro de 1984, os Professores Maria Amélia Chaib Moraes e Antonio de Melo Serrano, encarregados pelo Conselho Interdepartamental da Faculdade de Engenharia de Alimentos e Agrícola, manifestaram-se favoravelmente à separação do Departamento de Engenharia Agrícola, da Faculdade de Engenharia de Alimentos e Agrícola, para criar a Faculdade de Engenharia Agrícola, com vantagens para ambas as Instituições (Processo 6791/1984).
Dois dias depois, aos 23 dias do mês de novembro de 1984, o Colegiado da Faculdade de Engenharia de Alimentos e Agrícola discutiu o Processo de Criação da Faculdade de Engenharia Agrícola, aprovando-o por unanimidade, conforme consta na Ata da 56ª Reunião (Processo 6791/1984).
Através do Ofício FEAA D. 279/84, de 26 de novembro de 1984, a Profª Iracema de Oliveira Moraes, Diretora da Faculdade de Engenharia de Alimentos e Agrícola, justificava ao Magnífico Reitor da UNICAMP, Prof. José Aristodemo Pinotti, a separação do Departamento de Engenharia Agrícola e a conseqüente criação da Faculdade de Engenharia Agrícola, enaltecendo, ainda, que “tal separação se dá num clima de perfeito entendimento e entrosamento, em função de um ideal maior de bem servir o País, elevando mais ainda o nome da UNICAMP” (Processo 6791/84).
No dia seguinte, 27 de novembro de 1984, a Profª Iracema de Oliveira Moraes enviou o Ofício FEAA D. 283/84 ao Prof. Dr. Antonio Carlos Neder, Coordenador Geral das Faculdades, solicitando que o mesmo fosse o porta-voz junto ao Magnífico Reitor, para o encaminhamento da proposta de criação da Faculdade de Engenharia Agrícola, incumbência que ele satisfez no mesmo dia, remetendo, por sua vez, ao Magnífico Reitor, o “dossiê” completo de criação da Faculdade de Engenharia Agrícola proposta pela Faculdade de Engenharia de Alimentos e Agrícola (Processo 6791/1984).
Em sua 238ª Sessão, realizada no dia 26 de março de 1985, o Conselho Diretor da Universidade Estadual de Campinas tomou ciência da proposta de criação da Faculdade de Engenharia Agrícola a ele submetida pelo Magnífico Reitor em 28 de fevereiro de 1985, acolhendo-a, em princípio, e designando uma Comissão de Especialistas para emitir parecer depois de proceder a “um estudo mais abrangente das propostas de criação de unidades e eventuais necessidades de expansão na área das ciências exatas e tecnológicas”. O parecer desta Comissão, emitido em 03 de abril de 1985, foi também favorável (Processo 6791/84).
Finalmente, em 10 de julho de 1985, através do Decreto 23.646, foram alterados os Estatutos e o Regimento Geral da UNICAMP, desmembrando-se a Faculdade de Engenharia de Alimentos e Agrícola em duas outras: a Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA), com o curso de Engenharia de Alimentos, e a Faculdade de Engenharia Agrícola (FEAGRI), com o curso de Engenharia Agrícola (Estatutos da UNICAMP, 1985, página 134).
O Prof. Dr. José Luiz Vasconcellos da Rocha, então respondendo pelo Expediente da FEAGRI, encaminha ao Sr. Arly de Lara Romêo, Diretor Geral de Recursos Humanos da UNICAMP, através do Ofício FEAGRI.056/85, de 08.08.1985, a relação dos docentes e funcionários que pertenciam ao antigo Departamento de Engenharia Agrícola da Faculdade de Engenharia de Alimentos e Agrícola e que, doravante, deveriam prestar serviço junto à nova Faculdade. Solicitados a se manifestarem formalmente quanto às suas transferências de uma instituição para outra, por instância da Comissão Especial de Contratos, todos os docentes (30, de um total de 35, pois 4 deles achavam-se afastados para estudos no exterior e 1 achava-se afastado para tratar de assuntos particulares), assim o fizeram, em 26.02.1986, declarando-se favoráveis à tal providência (Processo 6791/84).
E assim, através da Portaria do Reitor nº 889/86, de 02 de setembro de 1986, todos os docentes do antigo Departamento de Engenharia Agrícola da Faculdade de Engenharia de Alimentos e Agrícola foram lotados junto à Faculdade de Engenharia Agrícola da UNICAMP. Da mesma forma, através da Portaria 3972/86, do Coordenador de Recursos Humanos, foram transferidos para a nova unidade os servidores então relacionados (Processo 6791/84).
Por último, em 21 de abril de 1987, o Prof. Dr. José Luiz Vasconcellos da Rocha, então respondendo pela Diretoria da nova Faculdade de Engenharia Agrícola, encaminhou o Ofício FEAGRI.D.032/87 ao Procurador da UNICAMP solicitando esclarecimentos para a eleição do primeiro mandato de Diretor da Faculdade e composição de sua Congregação.
O curioso de todo esse processo é que, embora envolvendo primeiramente a transformação da Faculdade de Tecnologia de Alimentos em Faculdade de Engenharia de Alimentos e Agrícola, e, posteriormente, a transformação desta em duas outras Faculdades: de Engenharia de Alimentos e de Engenharia Agrícola, durante toda a fase de criação do Curso de Engenharia Agrícola, que culminou em 22 de dezembro de 1975, e da fundação da Faculdade de Engenharia Agrícola, que ocorreu efetivamente em 10 de julho de 1985, e em todas as instâncias universitárias, todas as votações foram favoráveis e unânimes, sem nenhum voto contrário.
 
logo feagri30anos

Please publish modules in offcanvas position.